Confira algumas sugestões para ganhar tempo e economizar nas compras de Natal

A uma semana do Natal, os consumidores atrasados invadem o comércio e os shoppings para garantir a lembrancinha de fim de ano e não esquecer de ninguém. Mas será que em meio a uma economia ainda fraca, o brasileiro vai investir em presentes?

Segundo a opinião dos usuários do Quinto sim! 53% disseram fazer questão de presentear no Natal. E a maioria quer efetuar o pagamento à vista, já que 69% dos votantes que não querem de jeito nenhum parcelar suas compras.

De acordo com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), as compras do Natal de 2019 devem movimentar R$ 60 bilhões no comércio e no setor de serviços brasileiro. O volume é próximo ao de outras datas comemorativas como Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia dos Namorados e Dia das Crianças.

Se você é uma dessas pessoas que fazem questão de presentear os familiares ou amigos no Natal, mas acha que está muito em cima da hora pra isso, confira algumas dicas do Quinto para agilizar suas compras e não gastar demais:

Compre on-line

pessoa usando computador

Lojas virtuais são opção para quem busca comodidade  na hora das compras de Natal

Apesar do grande movimento nas lojas físicas, 82% dos votantes do aplicativo afirmam que preferem fazer compras on-line. Além do conforto de não precisar sair de casa, segundo especialistas comprar pela internet ajuda a economizar tempo e, muitas vezes, dinheiro, já que é possível encontrar preços mais vantajosos nessa modalidade de negócio. Só é preciso ter atenção com os prazos de entrega dos produtos, para não acabar sem presente para entregar na noite de Natal.

Concentre as compras de Natal num só lugar

Para quem não abre mão de conferir fisicamente os produtos que vai adquirir, os shoppings e grandes centros de compra são a melhor opção, principalmente para quem deixou a escolha dos presentes para a última hora. Essa também é a opinião de 64% dos usuários do Quinto que responderam gostar mais de fazer compras em shoppings do que em lojas de rua. As vantagens são ter vários estabelecimentos num mesmo lugar, inúmeras opções de produtos e poder pesquisar preços com mais facilidade.

Não compre por impulso

Mesmo que seja tentador entrar na primeira loja e resolver logo todos os presentes, não faça isso! Comprar por impulso muitas vezes faz com que você adquira itens desnecessários e gaste excessivamente. De acordo com uma pesquisa do SPC e da CNDL, realizada em 2018, a injeção de crédito na praça nessa época do ano leva o consumidor a gastar sem precisar em roupas, calçados e acessórios, compras em supermercados, perfumes e cosméticos e idas a bares e restaurantes. O assunto divide os usuários do Quinto, já que 50% responderam sim quando perguntados se compram por impulso.

Essas e outras perguntas você encontra no aplicativo Quinto. Para votar, basta baixá-lo na loja de aplicativos do seu celular e fazer parte da rede. Nessa semana você ainda poderá opinar se as festas de final de ano te deprimem e se você comemora o Natal por motivos religiosos. Confira no Quinto!

Leia mais – Pensando “Fora da Caixa”: usuários do Quinto opinam sobre temas inusitados

Vote no Quinto

pessoas comemorando ano novo na praia