Comércio usa a internet para movimentar suas vendas e o smartphone é a ferramenta preferida dos usuários Quinto para compras online

Entre as várias facilidades geradas pela internet está a compra online. O conforto de não precisar sair de casa e enfrentar filas, a possibilidade de pesquisar os melhores preços em diferentes locais, tudo é mais prático. Com isso, a internet molda, dia após dia, as novas relações de consumo entre clientes e lojistas. De acordo com estudo feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) nas capitais brasileiras em 2017, 89% dos internautas brasileiros fizeram pelo menos uma compra online naquele ano. A opinião dos usuários do Quinto reforça esse comportamento82% afirmaram que fazem compras pela internet.

Outra pesquisa realizada pelo SPC Brasil em 2018, mostra que 74% dos brasileiros usaram o smartphone em pelo menos um dos passos do processo de compra pela internet. Para atender essa demanda, muitos estabelecimentos comerciais oferecem um e-commerce robusto, que olhe tanto para os usuários de desktops quanto os de celulares. Para os que utilizam os smartphones para as compras, aplicativos próprios, onde a mecânica de compra é mais simples, também são usuais. Basta o consumidor baixar o app, escolher o que se deseja comprar e finalizar o pedido. No aplicativo Quinto, 66% das pessoas também usam o celular para fazer suas compras, acompanhando a tendência apontada pela pesquisa.

Ao finalizar uma compra em uma loja virtual, o cliente é direcionado para um espaço onde deve inserir suas informações, como CPF e número do cartão de crédito. Para muitos, disponibilizar esses dados pode ser mais sensível. Para os usuários do Quinto, no entanto, a confiança em usar o celular para efetuar pagamentos online é alta. 76% deles preferem esse tipo de operação.

Mesmo com tantas facilidades, a praticidade da compra pela internet pode induzir o consumidor a cair em algumas armadilhas. Com o celular a mão, as propagandas e o calor do momento, muitas pessoas acabam adquirindo algo que não é urgente ou necessário. Metade dos usuários do Quinto caem nessa 50% dos votantes afirmaram que compram por impulso.

Como qualquer outro processo envolvendo dinheiro, o Procon alerta que o consumidor que opta pela compra online fique atento a alguns pontos importantes, como o prazo de entrega do produto e as despesas adicionais (fretes e taxas). No quesito segurança, o cliente deve procurar sites confiáveis e que adotam medidas para a privacidade dos dados. Mas, caso você seja o azarado da história e tenha uma experiência de compra ruim, qual sua opinião sobre a eficácia do Procon em ajudar nesses casos? Essa é apenas uma das dezenas de perguntas que o Quinto fará nesta semana. Fique ligado!

Leia mais: A grama do vizinho é sempre mais verde? Dentro de campo, usuários do Quinto acham que sim

Vote no Quinto

  • Você prefere parcelar as compras a pagar à vista?
  • Você compra de sites chineses?
  • Você espera a Black Friday para comprar?
  • Você prefere parcelar as compras a pagar à vista?