Palestra propõe o uso de redes sociais como ferramenta de exercício direto da democracia

Quem vê apenas a extensão demográfica de Santa Rita do Sapucaí não imagina que a cidade com pouco mais de 40 mil habitantes, localizada no sul de Minas Gerais, é um polo de inovação em startups. Com mais de 150 empresas somente na área de tecnologia, a região  é considerada o “Vale do Silício brasileiro”. 

Esta alcunha faz dela o palco ideal para receber o Hacktown –   um festival nos moldes do SXSW que reúne anualmente as principais mentes criativas do Brasil para discutir sustentabilidade, tecnologia, inovação e arte em mais de 600 palestras, showcases e workshops que acontecem simultaneamente.

Além do ecossistema de startups, o evento também conta com palestrantes de grandes players da tecnologia, como Google, IBM, Facebook, Waze e MIT, que compartilham sua expertise nas áreas de construção de marcas, desenvolvimento de produtos, tecnologia blockchain,  user experience, entre outros.

Neste ano, todas as palestras seguiram o tema da união como foco. Este valor está conectado diretamente ao Quinto e motivou nossa equipe a aceitar o convite do festival, entre os dias 6 e 8 de setembro, quando o Diretor de Operações do projeto, Bruno Alves, encabeçou um bate-papo sobre a utilização de redes sociais como ferramentas de exercício direto da democracia.

Hackeando a Democracia 

Palestra Bruno Alves - Hacktown 2019

Bruno Alves fala sobre o conceito de Democracia Líquida no Hacktown 2019. Foto: Fábio Devito/Quinto.

Em uma sala lotada, Bruno explicou o conceito de Quinto Poder e demonstrou, por meio de pesquisas, o potencial que os smartphones e as plataformas de debates têm para  a transformação da sociedade. Partindo do conceito de Democracia Líquida — na qual a sociedade discute problemas, opina e define rumos pela internet –, explicou como o movimento tem gerado novas iniciativas tais quais ao Change.org; Quora; Wikileaks e o próprio Quinto.

Bruno Alves - Hacktown 2019

Bruno Alves – Diretor de Operações do Quinto. Foto: Fábio Devito/Quinto.

“À medida que a sociedade cresce, seu modelo de administração precisa evoluir. É um movimento presente em todas as áreas, desde o transporte, com aplicativos como UBER, até o entretenimento, como o YouTube. E não é diferente na democracia, que está sendo modernizada por iniciativas como o Quinto, que têm o objetivo de medir a opinião coletiva da sociedade, devolvendo o poder para as mãos de quem o pertence: o povo.”

 O que mais rolou no evento 

Pioneirismo 5G 

Embora o Hacktown aconteça por toda a cidade de Santa Rita do Sapucaí, a maior parte das atividades aconteceu no Instituto Nacional de Telecomunicações (INATEL), um centro de ensino e desenvolvimento tecnológico que é referência por ser  a primeira instituição  a oferecer cursos de Engenharia de Telecomunicações no Brasil.

Casa 5G - Hacktown 2019

Hacktown 2019 serviu como palco de testes para a tecnologia 5G no Brasil. Foto: reprodução/internet.

O instituto foi o centro das atenções para os entusiastas de novas tecnologias com uma área de testes do recurso 5G. A experiência apresentava o uso da conexão em soluções de saúde com exemplos de atendimento médico remoto, jogos online, educação por meio de aulas à distância, segurança com a demonstração de monitoramento de smart cities e entretenimento por meio da cobertura de eventos ao vivo, entre outros.

Para exemplificar o uso do 5G em eventos, a área ganhou apresentações de bandas ao vivo que eram filmadas por drones conectados a um telão que transmitia o evento em tempo real e sem interferências. A velocidade e sincronismo com que as imagens são transmitidas abrem novas possibilidades para a interação das comunidades digitais em grandes eventos, feiras e estádios.

Música e workshops

Falando em música, o clima de inovação dividiu espaço com ambientes destinados ao relacionamento e coletividade, com palcos e tendas espalhados em diversos pontos da cidade para a realização de workshops, rodas de bate-papo sobre o meio ambiente e apresentações musicais.  Em cada esquina era possível encontrar desde rodas de ioga até apresentações de bandas dos mais variados estilos, entre elas, até alguns dos principais expoentes da nova música brasileira, como Supercombo, Scalene, Autoramas e outros.

Participar de eventos como este reafirma nossa missão diária: criar uma plataforma cada vez melhor para que todos opinem e participem da formação da consciência mundial e regional.

Fique ligado em nossas redes e até a próxima!

Acesse:

https://oquinto.org/

@appquinto