Assistência é importante para garantir acompanhamento médico e evitar problemas graves como o excesso de peso, uma das grandes preocupações do brasileiro

Os cuidados com a saúde são uma necessidade constante para todos os que desejam uma vida longa e com qualidade. Na maioria dos casos, a nossa vitalidade é representada pela atenção que demos ao nosso corpo, principalmente quando estamos em idade mais avançada. A manutenção de uma vida saudável passa muito pelas condições de acesso a médicos e serviços e, nesse sentido, praticamente dois terços dos usuários do aplicativo Quinto conta com plano de saúde: foram 63% os que responderam de forma positiva à questão.


A cobertura provém em muitos casos de planos empresariais que representam quase 70% das assistências médicas no País. O médico, porém, nem sempre é o primeiro a ser consultado pela comunidade do aplicativo Quinto na hora de descobrir o que pode representar um determinado sintoma que surge de forma inesperada. Isso porque 72% dos usuários Quinto admitem recorrer à internet para se informar antes de marcar um horário com o profissional adequado. Especialistas ressaltam que é importante estar ciente e bem informado, mas alertam para a necessidade de não substituir os processos, uma vez que cada caso deve ser individualizado de acordo com as condições do paciente e, em hipótese alguma, o autodiagnóstico pode suprir uma visita ao consultório.


A preocupação com o peso também está presente no dia a dia da população, seja por questões de saúde ou estéticas. Em meio a um cenário em que, segundo dados de 2018 da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais da metade da população brasileira está acima do peso, 63% dos usuários do Quinto se disseram insatisfeitos com o peso atual. Já encarar o bisturi para fazer alguma mudança no próprio corpo é uma tarefa vista com certa desconfiança pelo público do Quinto. São 62% os que responderam ter medo de uma cirurgia estética, entre elas, a lipoaspiração, segundo procedimento mais popular no País.


O assunto vacina, por sua vez, mostra um bom engajamento dos usuários Quinto. A maioria esmagadora de 94% disse não concordar com o movimento antivacina, que considera ineficaz a aplicação de doses imunizantes. O público do Quinto também considera que os pais devem se responsabilizar pela vacinação dos filhos, com 79% dos usuários opinando em favor de multa para aqueles que deixarem de providenciar as doses para os pequenos. A medida já vigora em alguns países e recentemente, o Conselho de Ministros da Alemanha aprovou a aplicação de multas de até 2,5 mil euros para os pais que não vacinarem filhos em idade escolar.


Por fim, 67% dos usuários Quinto afirmam estar com a carteira de vacinação atualizada. O documento é utilizado como parâmetro por profissionais da saúde para identificar contra quais doenças as pessoas estão imunizadas. O assunto tem sido muito debatido ultimamente por conta da preocupação com o retorno de doenças que já haviam sido erradicadas, como o sarampo. Vale ressaltar que para viajar para alguns países é necessário comprovar a imunização contra algumas enfermidades.

Leia também:  Quinto chega a dois milhões de votos em apenas um ano

No Quinto você vota também:

Leia mais sobre o Quinto